segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

NÃO DEIXE A EBD MORRER.

Desde criança quando comecei a frequentar a igreja sou assíduo na EBD's e graças ao Senhor até aos dias de hoje continuo a estar presente. Não me lembro direito com quantos anos comecei, mas acredito que foi por volto dos 21 anos (tenho 32) que tive a minha primeira experiência como professor da Escola Dominical da minha igreja e não parei até hoje.
É claro que não sou mais espiritual do que aqueles que não são frequantadores, porém, seria bom que todos os evangélicos comparecessem nas suas respectivas Escolas. Afinal, a EBD é o principal departamento de ensino de uma congregação evangélica.
É nela que aprendemos melhor sobre o nosso Deus. Certa vez, faz muito tempo, li um livro que era multitemático e um dos temos era: ANALFABETISMO EVANGÉLICO, onde foi exposto uma perquisa com perguntas do tipo, qual o nome da mãe de Jesus, qual o nome do seu pai, etc, e pasmem, uma considerável parte dos entrevistados não sabiam as resposta, e o que temos que levar em consideração é que a perquisa foi feita com pessoas "nascidas" do evangelho.
Pelo que tenho notado é que por mais que em algumas igrejas esteja boa a frequencia dos membros há algum tempo atrás foi melhor. Talvez a diminuição da frequencia seja dada pela disceminação de falsos ensinamentos e de modismos, pois alguns irmãos infelizmente acham que não precisam mais da revelação bíblica já que os profetas estão sempre de plantão. Acreidito, e acho que os irmãos também que nenhuma revalação é superior a exposta nas Escrituras Sagradas.
Um dos componentes da armadura de Deus é a espada (a Palavra) e um dos melhores lugares para adiquirirmos conhecimento sobre a mesma é sem dúvida nenhuma na Escola Bíblica Dominical.

sábado, 26 de dezembro de 2009

VERDADEIRO AVIVAMENTO.


O que está sendo chamado de avivamento hoje em dia nas nossas igrejas pentecostais é verdadeiramente o avivamento aos moldes bíblicos? Tem muita gente que acha que é, e que do jeito que está sendo feito está bom demais, porém, em contrapartida há aqueles que são da opinião que o que estão fazendo por aí é apenas barulho e emocionalismo.
Antes de discorrermos sobre avivamento propriamente dito é necessário dizer o óbvio: não existe avivamento sem a presença de Deus.
Mateus 18:20 Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou no meio deles.
Então basta ter dois ou três reunidos que já é o suficiente para ter a presença de Deus e estarmos mais perto de termos um avivamento? Analise os próximos versículos ainda em Mateus 20...
15 Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;

16 Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
17 E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.

Os versículos acima que antecedem o versículo 20 (que fala de dois ou três) falam de união, comunhão, de perdão, ou seja, não basta ter dois ou três reunidos em nome de Deus para o Senhor estar presente entre eles (a revelação bíblica é progressiva), o que na verdade confere a presença do Todo-poderoso é ter dois ou três reunidos em nome de Deus e que estajam em comunhão entre si. Pois, não adianta nem ter mil reunidos se eles estiverem com raiva no coração, raiz de amargura, falta de perdão, etc.
Na minha, sem muita importância, opinião só pode haver avivamento em uma igreja onde haja comunhão entre seus membros, ou o que acontecerá nela não passará de emocionalismo.
Um dia desses entrei em uma barbearia de um barbeiro que é crente de uma igreja tradicional e me interessei por um livro que falava sobre avivamento. Cheguei até a pensar que para quem é pentecostal o avivamento só acontece se houver linguas estranhas, revelação, profecia, cair no poder e outras coisas mais, e se entre os tradicionais isso não acontece, pelo menos nos moldes dos pentecostais, então o que seria avivamento para o autor daquele livro?
Nas poucas linhas que pude observar vi um pouco do que eu acredito ser as características de um verdadeiro avivamento bíblico.
Ou seja, não existe avivamento sem a Palavra - a viva Palavra de Deus. Foi comunicado ao rei Josias que tinha sido achado no templo em ruínas um livro que ele precisava observar, e quando o referido rei chegou a conclusão que era o livra da lei (a Bíblia para os Judeus), Josias rasgou as suas vestes dando início a um avivamento na nação. Também podemos citar o caso de Jonas que foi pregar (a Palavra) em Nínive levando aquela cidade a crer e consequente conversão de todos os seus habitantes, logo aconteceu um avivamento entre os ninivitas. Enfim, poderíamos citar outras passagens bíblicas que demonstram que avivamento sem a Palavra é inadimissível e impossível.
Já introduzi nas linhas acima que sem amor entre os membros da igreja local também fica muito dificil de acontecer um avivamento nela. Não haverá a totalidade do mover de Deus se entre os irmãos estiver acontecendo pinimbas, disse me disse, etc. se quiser operações de maravilhas é preciso de unanimidade do coração, pois foi assim na igreja primitiva que tinham tudo em comum, se amavam, doavam suas propriedades para o bem estar do próximo e o Senhor acrescentava aqueles que deveriam ser salvos. O Senhor opera onde os irmãos se respeitam.
Perdão: não há avivamento onde não há perdão. A raiz de amargura (presente aonde não há perdão) é extremamente contagiosa, nos garante as Escrituras, e alguém amargurado, ou seja sem pedir perdão ou liberá-lo, consegue contagiar um série de pessoas. Quanto mais rápido os irmãos chegarem a um acordo menos a congregação dos justos sofrerá danos da falta de comunhão. E em havendo comunhão aumenta consideravelmente a "incidência" de avivamento, como foi dito mais acima.
Enfim, acho que já deu mais ou menos, para os leitores me entenderem que não é só porque alguns profetizam, outros falam em línguas, outros sapateiam, que o avivamento está a todo vapor. Não precisamos nos preocupar em buscar um avivamento, pois, ele vem quando estamos todos unidos em um só coração e buscando um mesmo objetivo que é o céu.



quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

ENTÃO É NATAL...SERÁ?!??!?!?!

Chegamos ao natal, é claro que todos nós sabemos que é pouco provável que Jesus tenha nascido nessa época do ano, porém acho que vale a pena toda essa comemoração. Desde que tenhamos sempre em mente de quem se trata o natal.
Mas a pergunta que sempre temos que fazer, principalmente para nós mesmos, é se o nosso Senhor nasceu dentro dos nossos corações. Uma perquisa entre os evangélicos o resultado seria perto dos 100% de Jesus já está no interior de todos, porém, o dessamor que observo é prova inequívoca da falta do Senhor nos corações.
Alguém pode afirmar que o Todo-poderoso nasceu no coração de alguém que cobra 5 mil reais para pregar em uma igreja? Ou alguém que promove contenda entre os irmãos? Que é um fofoqueiro contumaz? Que usa do seu cargo eclesiástico para conseguir proveito próprio? Que espanca a esposa em casa e depois assume os púlpitos da vida? Etc.
Se for para ser natal então vamos fazer direito. Que o nosso natal não seja apenas no dia 25 de dezembro, mas Cristo nascendo em nós a cada dia. O povo evangélico precisa se unir mais, se amar mais, estar mais junto, sem diferenças. Não é porque a minha igreja pratica o batismo por imersão que isso me faz inimigo de todos que praticam o por aspersão. Se um irmão anda de calça o dia todo, todo dia, eu que uso bermuda não tenho necessariamente que ter inimizade com ele. Uma opinião difernte não pode separar duas pessoas que almejam morar no céu. Pois certamente uma vai e o outra vai ficar, isso se não ficarem os dois.
Então é NATAL...

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

QUANTO VOCÊ VALE?

Estamos nos ultimos tempos da igreja aqui na Terra e pelo que estou sentindo às provações dessa vida têm acontecido em número maior e cada vez mais intensas. E a cada provação que enfrentamos parece que esquecemos das outras passadas nas quais, como sempre, o Senhor nos deu vitória.
A cada provação tenho a impressão que a nossa mente apaga o registro anterior, talvez, seja por isso que quando o povo de Israel atravessou o mar vermelho Deus ordenou que fossem tiradas 12 pedras do mar e que fosse erigido um monturo que seria como um memorial para as gerações futuras, e que quando alguém perguntasse o que significava aquele monte de pedras os mais velhos responderiam que era um memorial que lembraria o povo que o Todo-poderoso com mão forte e braço estendido livrou o povo da garras de Faraó.
Só que quando "o registro" anterior é "apagado" e estamos em meio às lutas nos sentimos pequenos e impazes, como se Deus não nos amasse ou não estivesse aprovando a nossa conduta. O sentimento é de impotência e até bate o desespero, pois, pensar que Deus ama a todos, mas, não nos ama, é uma das piores sensações possíveis.
Aí vem em nossa mente: eu não valho nada!
Esse post escrevo para dizer que mesmo que seja difícil acreditar, pois, as provações se deixarmos tiram o nosso foco do Senhor, VOCÊ VALE QUANTO VALE JESUS!! ALELUIA!
Um homem pecou (Adão), o pecado entrou na humanidade, que desde então torna-se escrava do pecado. E para aplacar a ira de Deus contra os homens um outro homem tem que morrer, pois, sem derramamento de sangue não há remissão de pecados. E esse homem não pode se distinguir do sacrifício levítico onde os animais sacrificados eram sem mancha, e um homem sem mancha entre todos era impossível, porque todos pecaram e destituidos foram da glória de Deus. Por isso, foi necessário vir Jesus, sem mancha, sem pecado, sem defeito, etc.
Ele teve que te comprar, te adiquirir, e o seu preço foi a vida dEle, o seu sangue custou o sangue dEle, o seu sofrimento custou o sofrimento dEle, portanto, levante a cabeça: VOCÊ VALE QUANTO VALE JESUS!

sábado, 19 de dezembro de 2009

DEUS NÃO PRECISA DE AJUDA

http://www.youtube.com/watch?v=aVZa_yYJx5c
Foi extremamente divulgado no meio evangélico o episódio do anjo de fogo em Israel, quando numa caravana de um famoso apóstolo foi, supostamente, visto um anjo em formato de fogo. Pois é, idependentemente de ser verdade ou um ledo engano o meio evangélico é dado a "mentiras" para adornar a pregação do evangelho, que digo de passagem, é grandioso por si mesmo e não tem a necessidade de enfeites para ser belo, pois, a fé vem pelo ouvir e o ouvir a palavra de Deus, e o responsável por convencer a alguém do pecado, do juízo e da justiça é o Espirito Santo.
Quando uma pessoa aceita a Jesus por que viu uma oração por dente de ouro, oração para restauração de calvície, oração por emagrecimento instantâneo, etc, ela é como aquela que teve o seu coração comparado a um espinheiro onde a semente cai e logo é sufocada pelos espinhos não tendo base sólida, pois, não está firmada na pedra angular que é o nosso Senhor Jesus Cristo.
Mas, quando uma pessoa recebe uma boa palavra e é convencida de seus pecado pelo Espírito de Deus ela se torna firme e constante.
O evangelho não precisa de superstar, superpregadores, superhomens-de-deus, mas sim, de quem o pregue.
Vivemos a era das catedrais, dos templos suntuosos, da pompa, da ostentação. Coexistimos com a era das "unções": a de leão, de águia, mas, aonde se encontra a unção da ovelha. Ou seja, há muita soberba e invencionices em detrimento da humildade e coração contrito.
Será que é preciso que tenha tido um anjo de fogo naquela estrada (veja o link acima) para Deus provar que é poderoso? É óbvio que não! Ele também não precisa de uma catedral para se fazer presente em uma igreja, o Senhor também faz, ainda hoje, visitas em casas de barro.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

PERSEGUIÇÕES.


Mateus 5:10
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Na história da humanidade não houve um povo mais perseguido injustamente do que o povo cristão, até de passagem recomendo a leitura do livro A HISTÓRIA DO MÁRTIRES lançado pela CPAD escrito por John Fox, onde são narrados inúmeros acontecimentos trágicos com evangélicos, tais como, perseguições, assassinatos, torturas, esquartejamento, etc, tudo na maioria dos casos "patrocinados" pela Igreja Católica Romana. Enfim, até em nossos dias existe uma má vontade com os crentes, como por exemplo, nos casos de corrupção política, quando algum político é pego em algum caso de fraude e ele é de outra religião que não seja a nossa a mesma nunca é citada, mas basta ser evangélico para ser estampado em primeira página a sua religião.
As Escrituras Sagradas nos atestam que somos entregues a morte a cada dia como ovelhas levadas ao matadouro. Calúnias viram, acusações injustas farão parte da nossa vida diária, porém, o que temos que ter em mente é que o cristão não deve ficar o tempo todo se defendendo dos seus acusadores, entretanto, deve levar uma vida santa e sem se embaraçar nos negócios desse mundo para que todos aqueles que nos acusam sejam envergonhados com base na nossa conduta.
Em contra partida existem hoje muitos que se dizem crentes que reclamam que estão sendo perseguidos, e verdadeiramente estão. Mas, se fazerem um exame introspectivo e fazerem um auto-julgamento verão que nem toda a perseguição que sofrem tem sua base na injustiça.
Seria muito simplista dizer que tudo provém do diabo, o acusador das nossas vidas, porém, nem tudo vem dele, isso é uma verdade. Será que alguns cristãos que hoje sofrem com afrontas não as estão sofrendo por que fizeram por onde sofre-las?!?!
A Bíblia diz, não sou eu não, que não devemos ser demasiadamente justos, e o que eu compreendo é que não devemos ser justos a nossos próprios olhos, pois, santo só o nosso Deus, então, pode sim alguém estar falando mal de você agora por que tu o deu motivos para isso, ou não pode?
Temo por algumas pessoas, cristãs, por pensarem que por ser crentes têm que serem infáliveis, incorruptíveis, sem falha, mancha ou algo peculiar. Deus olhou do céu e não viu um justo se quer. VOCÊ NÃO É SANTO, meu querido irmão(ã), é santificado, o Senhor não espera que você seja perfeito, é natural que você falhe. Creio existir alguns na comunidade evangélica que já estão passando por problemas de ordem psicológica por não aceitarem seus próprios erros, graças ao Senhor que não escondeu nas Escrituras os erros dos seus maiores profetas.
Então, se ocorrem alguma perseguição com você analise: é por eu ser de Cristo ou por minhas próprias falhas.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O SUCESSO DOS OUTROS TE INCOMODA?



Na semana passada o presidente o Sport Recife, clube de futebol, ameaçou processar todos que declarassem que o Clube de Regatas do Flamengo é o Hexacampeão brasileiro (1980,1982,1983,1987,1992 e 2009). Isso tudo porque existe uma briga na justiça entre os dois clubes pelo título de 1987 que cada um diz ser seu.
Será que o sucesso de uma tem tirado a paz do outro. Daí vem a pergunta: o que é mais fácil, chorar ou sorrir com o próximo?
Para a maioria, creio, é sorrir com o próximo, pois, a vitória de outrem, muitas vezes, trás sofrimento para alguns.
Nós vemos isso em nossas igrejas, por exemplo, quando um líder de departamento deseja fazer um evento e não encontra apoio dos outros líderes, que se sentindo menores ou incapazes boicotam, ou seja, não ajudam, não comparecem, criticam, etc.
Somos um corpo e como tal devemos agir, ou o pé fica feliz com a dor da mão. Ou o olho fica alegre quando o pé dá um topada, é lógico que não!
O que devemos entender é que quando um irmão em Cristo recebe um benção, ela é uma vitória do reino de Deus sobre o reino das trevas. O rei Davi sentiu na pele a revolta de um homem siumento e invejoso: Saul.
Diz as Escrituras que as mulheres vinham cantando pelas ruas dizendo que Saul matou mil, porém Davi, matou dez mil, e desse dia em diante Saul intentava matar Davi por pura invenja.
Se a vitória do teu irmão está sendo motivo de tristeza para você então tu precisas rever os teus valores morais e cristãos.
Deus tem uma porção para cada servo seu, uma promessa de benção para cada um que o busca em espírito e em verdade, e se isso é uma verdade absoluta por que perder tempo olhando e desejando aquilo que é do outro em vez de buscarmos o que para nós está separado? A vida, verdadeiramente, é como um vapor d'água que vem, dá e logo passa, ou seja, se pararmos para desejar o que o próximo conquistou não sobrará tempo para as nosssas próprias conquistas.
O sucesso é acima de tudo fruto de trabalho e perseverança. Querar ter o sucesso do outro é fácil, difícil é pagar o preço pagao por ele para atingir os seus objetivos.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

OS QUE FAZEM TUDO PELA FAMA, E NA FAMA FAZEM DE TUDO.

Já ouvi muitas histórias (ou estórias) de homens/mulheres que fizeram de tudo para hoje estarem vivendo da fama que adiquiriram. Mas será que vale a pena fazer de tudo para ser reconhecido, aplaudido, reverenciado? Muitos acham que sim, eu particularmente não.
Eu desejo chegar ao final da minha existência aqui embaixo e poder estar sempre de cabeça erguida e orgulhoso de não ter me vendido a nada e a ninguém, e ser alguém que mesmo tentado não se deixou levar pelas artimanhas do "sistema".
Teve uma vez que ouvi falar que um pregador pagou cerca de 25 mil reais só para ter uma oportunidade de cinco minutos em um evento de missões que acontece no sul do Brasil - pois só tendo uma "mísera" oportunidadezinha o mesmo teria o seu nome mostrado para muitos países, principalmente via internet, e como consequência o seu ministério seria alavancado. Eu prefiro não acreditar que uma pessoa tenha se prestado a um papel desses e que homens considerados como exemplos tenham recebido dinheiro para dar chance a outrém.
E isso é apenas a ponta de um gigantesco iceberg. As coisas que estão fazendo por aí para aduiquirirem fama não podem, de tão horríveis, serem escritas nesse blog.
O Senhor tem uma chamada para cada um que o aceita como seu único e suficiente Salvador, não sendo coerente o frenesi descontrolado de muitos para chegar ao estrelato; se foi Deus que chamou as coisas irão acontecer a seu tempo.
Muitos homens têm abandonado seus empregos, bons salários, comprando mídias de dvds e saindo mundo afora. De passagem quero escrever que não sou contra lutarmos por nossos sonhos, e que devemos traçar metas e fazermos esforço para alcançá-las. Mas, existem alguns que sem nenhuma direção de Deus abandonam suas famílias (mulheres e filhos) em busca de algo ou de um sonho que não está nos planos de Deus traçados para sua vida.
E quando acontece a desilusão o que resta é o desemprego, as brigas no lar, o passar necessidade e consequentemente o divórcio.
Não podemos passar por cima de tudo e de todos para conseguirmos nossos objetivos, e quantas traições acontecem porque um ou outro acha que o fulano é um impedimento para o crescimento do seu ministério. Realmente é triste perceber que muitos ministérios poderiam ser potência na mão do altíssimo mas a pressa colocou tudo a perder.
E não menos prejudial e asquerodo do que fazer tudo para atingir a fama são os que fazem de tudo na fama.
Tem um certo pregador que em seu testemunho de conversão diz que chegou a comer lixo. Mas, agora, que conseguiu a fama não cobra menos de mil reais para pregar em uma igreja.
É bom dizer que o obreiro é digno de seu salário, concordo até porque está na Bíblia, então temos que crer que existem pessoas específicas que o Todo-poderoso chama para viver da obra do Reino, mas, viver da obra não pode ser confundido com extorsão.
Esses que cobram verdadeiras furtunas em vez de pegarem os "salários" e ficarem quietos, ainda vêm dizer que vivem da obra. Pelo amor de Deus!!! Será que é difícil de entendermos que viver da obra é viver com aquilo que a obra dá?!?!?! E ainda tem os mais desaforados que berram dos púlpitos dizendo que quem passa dificuldade não tem fé, será que esquecem que eles só tem por que o povo dá.
Saul foi ungido como rei de Israel, mas também teve o seu reino rejeitado, ou seja, um dia estamos por cima e no outro podemos estar por baixo. A soberba prescede a queda e a altivez de espírito a ruína. Quantos depois de atingirema fama se tornam arrogantes, presunçosos, amantes do próprio ventre, o seu estomago é o seu deus e terão como destino certo a perdição.
Jesus em todo tempo teve como marca registrada a humildade, e é justamente isso que não vejo na maioria dos pregadores famosos, na verdade poderia até citar nomes, porém, o intuito deste blog não é atacar a ninguém pessoalmente, mas sim, combater as heresias e os falsos ensinamentos.
Procurar e achar a fama, mas não está preparado para a mesma é a mesma coisa que procurar uma serpente, achá-la e não ter habilidade para capiturá-la: ela vai ter morder e envenenar.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

A VERDADE NÃO PODE FALTAR NA ARMADURA DO CRENTE

Uma das mais importantes, se é que podemos colocar em ordem de importância, partes da armadura do crente usar no dia mau é a verdade.
Os crentes precisam entender, ou aceitar talvez, que a palavra do crente é como diz as Escrituras sim, sim, não, não, e o que passar disso verdadeiramente é de procedência do maligno, o inimigo de nossas almas.
A mentira é de paternidade do diabo. Ele a criou e a tem sustentado ao longo do séculos; começando com a mentira falada a Eva, e consequentemente Adão, sobre o fruto que estava na árvore do conhecimento do bem e do mal. Até para Jesus ele tentou mentir através da deturpação da Palavra.
E todos aqueles que compactuam com a mentira ou mentiras não tem parte com Deus, afinal de contas, o próprio Senhor Jesus testificou de si mesmo que era A VERDADE, ou seja, todos que mentem não tem Cristo como senhor da sua vida.
E que não venham com essa de mentirinha ou mentira santa porque não cola mesmo. Mentira é mentira e ponto final, mas é claro que temos a exata noção de que há mentiras que prejudicam apenas ao mentiroso em questão e outras que atrapalham a vida de terceiros. Entretanto, diante de Deus creio ser tudo mentira e consequentemente pecado.
Quantos crentes não mentem por aí, não é mesmo! Já ouvi testemunho de alguns que eram extremamene mentirosos, o "irmão" relatou que fazia e acontecia e depois foi descoberto que não era nada daquilo, é mole! Pra quê querer se passar por algo que nunca foi?!?!?
Teve um cidadão que comprou um carro e que tinha imensa dificuldade na direção, na verdade ele não sabia dirigir mesmo, e no seu testemunho ele diz que era piloto de fuga do tráfico, aí não dá. Será que traficantes precisando fugir do local do crime iriam confiar suas vidas a uma pessoa que não sabe dirigir? É óbvio que não. Quer dizer, a ânsia de ser reconhecido fer o crente mentir e nem tem a preocupação de fazer uma mentira bem elaborada, tem gente que pensa que todo mundo que tá na igreja é idiota.
Mentir é algo odioso, e para Deus parece que também é, senão vejamos:
Atos dos Apóstolos 5. 3,4,5
Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?
Guardando-a não ficava para ti? E, vendida, não estava em teu poder? Por que formaste este desígnio em teu coração? Não mentiste aos homens, mas a Deus.
E Ananias, ouvindo estas palavras, caiu e expirou. E um grande temor veio sobre todos os que isto ouviram.
Definitivamente mentira não agrada ao Senhor.
Se o cristão quiser ter uma arma contra as astutas ciladas do inimigo e ter a sua armadura completa precisa urgentemente dizer a verdade e nada mais do que a verdade, senão o inimigo terá subisidios para nos acusar.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A PALAVRA - COMPONENTE DA ARMADURA

Continuando a postar sobre BATALHA ESPIRITUAL quero transcorrer um pouco sobre uma das mais importantes armas que compoem a armadura espiritual de efésios capítulo seis.


Durante o antigo testamento havia uma determinação divina que o livro da lei deveria ser lido a cada sete anos perante todo o povo. Essa ordem foi tão negligenciada (muito em função do cativeiro babilônico, digo de passagem) que quando na volta do cativeiro quando Esdras leu o livro da lei perante toda a congregação o povo não entendia o sentido e precisou de interpretação, impressionante! A palavra do Senhor foi negligenciada, esquecida, e o livro de Juízes nos mostra que quando nos esquecemos das coisas de Deus a decadência é algo inevitável.


De pouco em pouco, muitas de nossas denominações estão colocando de lado a exposição da Bíblia Sagrada, esvaziando as Escolas Biblicas Dominicais, e como consequência estão formando uma geração de crentes que seus corações se parece com a semente que é lançada e cai entre os espinhos e logo é sufocado pela lutas da vida.


Se eu pudesse participar de uma reunião em que estivesse participando todos os líderes evangélicos brasileiros eu pediria: NÃO NEGLIGENCIEM A PALAVRA. As Escrituras ainda dizem que sem profecia o povo se corrompe, e não temos nenhuma dúvida que a maior e mais significativa de todas as profecias é a Bíblia.
Infelizmente, são tanto os modismos, invencionices, profetadas, revelamentos, visagens, etc., que fica quase impossível "sobrar" tempo hábil para a pregação em nossas reuniões. Se nem nos cultos, ou seja, na casa de Deus, é dado ênfase para as Escrituras, como convencer as pessoas que elas precisam meditar na Bíblia em sua casa.
Verdadeiramente lâmpada para nossos pés é a Palavra e luz para nossos caminhos, será que sem lê-la teremos como caminhar pelo caminho escuro e cheios de armadilha?
A Palavra é a espada que compõe a nossa armadura, e com certeza tem muito crente que está sucumbindo às afrontas do inimigo porque não tem como atacá-lo. Pois Jesus quando da sua tentação no deserto o venceu com o seu conhecimento das Escrituras que Ele adiquiriu ainda quando criança, já que a própria Bíblia testifica que Cristo ainda por volta dos doze anos crescia na graça e no CONHECIMENTO, note que a expressão é CRESCIA, palavra que denota movimento, ou seja, Ele teve trabalho para obter o conhecimento que possuia, não foi num passe de mágica não, e não será num passe de mágica conosco. Só demandando tempo, esforço, trabalho, nós chegaremos a estatura de varão perfeito.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

CONHECENDO O INIMIGO

Quero escrever esta postagem bem depretenciosamente, ou seja, sem muitos dados porque ela é só para mostrar contra quem estamos lutando.
Só lembrando que estarei postando uma série de mensagens sobre BATALHA ESPIRITUAL.
Na passagem sobre o endemoninhado gadareno o jovem vem até Jesus e um demônio, provavelmente o chefe, diz que dentro dele estava uma legião. Legião era um termo romano que representava uma parte do exército que era composta de 6000 soldados. Isso mesmo, tinha seis mil demônios habitando o corpo daquele rapaz. Ou seja, quando o inimigo nos ataca ele vem forte e decidido a acabar conosco, pois, é isso que a Bíblia diz: satanás veio para roubar, matar e destruir, mas, graças a Deus que o Senhor Jesus veio para desfazer a obra do diabo.
Tem muita gente que acha que um apenas "tá amarrado" ou "tá repreendido" basta para ser vencedor de uma batalha espiritual.
Não estou escrevendo este texto para glorificar o diabo, mas para que sejamos mais vigilantes nas nossas guerras e consequentemente saiamos como vencedores.
Ele é um ser poderoso, porém graças a Deus, não todo-poderoso, pois, todo o poder e toda a glória foi dada a Jesus Cristo na cruz do calvário e na sua consequente ressurreição. O seu poder é evidenciado, por exemplo, na passagem de Jó que era o homem mais rico do oriente e teve tudo aquilo que tinha em frações de minutos destruido, ou seja, sem a proteção do nosso Senhor não seria possível para nós obtermos vitórias ou seríamos facilmente derrotados.
Em alguns cultos neopentecostais vemos muito exaltação ao diabo, roubando o tempo do culto para o Senhor. Evoca-se o inimigo, dizem a todo tempo o que o mesmo faz ou deixa de fazer.
Mas, na carta de Judas quando o arcanjo Miguel batalhava contra satanás pelo corpo de Moisés as Escrituras Sagradas declaram que o arcanjo não ousou declarar nada contra ele, entretanto, apenas disse o Senhor te repreenda. Sem essa de entrevista com o demônio como muitos fazem.
Muitos perguntam o que o diabo fez com a pessoa possessa, quem fez a macumba, como ele entrou...a Bíblia diz que ele é pai da mentira e quando menti fala do que lhe é peculiar, então será que ficar escutando o inimigo e fazendo-lhe pergunta é a maneira mais acertada de proceder?
Tenho para mim que quem o escuta corre um sério risco de ouvir uma mentira.
Satanás tem um enorme poder de persuasão, notamos isso por que a terça parte dos anjos veio com ele na sua queda do céu, e trazer esses anjos todos não deve ter sido fácil, pois, a Bíblia usa uma expressão quando faz alusão a anjos que é MIRÍADES, e essa expressão é relativa a milhões, portanto, a terça parte dos anjos corresponde a milhares deles, ou seja, no mínimo quinhentos mil anjos caídos vieram com o diabo. Viu?!?!! Convencer esse número de anjos que ele era mais poderoso do que Deus deve ter dado trabalho, mas o seu poder de convencimento é grande, por isso é que não devemos dar ouvidos a ele, muito menos entrevistá-lo na igraja.
Os discípulos de Jesus não conseguiram expulsar um espírito malígno de uma pessoa, e quando perguntaram para porque não o conseguiram o Senhor respondeu que há demônios que só saem com jejum e oração, por isso, a primeira arma que colocaria para vencermos as batalhas espirituais da vida é o jejum.
Jejum não é, como muitos pensam, para recebimento de benções. É claro que Deus é poderoso e bondoso e que se uma pessoa jejuar pela misericórdia do Senhor daí pode adivir benções, mas, biblicamente o jejum a para mortificação da natureza carnal. Então, há demônios que em só invocando o nome de Jesus ele já sai, porém, existem alguns que só saem com Jejum e oração.
Pois, existem uns espíritos malígnos mais fortes do que os outros, repare que quando alguém é liberto, diz as Escrituras, a "casa" fica limpa e adornada e satanás o redeia e quando a casa se encontra vazia o espírito malígno que ali se encontrava antes da libertação volta e trás com ele sete demônios mais poderosos do que ele, provando uma hierarquia de poder.
Para terminar não pense que você lutará contra um ser desorganizado e que não sabe o que está fazendo. Não acredite nesses testemunhos sobre arrebatamento que alguns têm dizendo que foi até o inferno e lá existe uma bagunça de satanás e seus adeptos. Para começar o inferno não é o quartel general do diabo, o seu quartel é nas regiões celestiai; é de lá que ele orquestra os seus ataques e comando os anjos caídos contra os servos do Senhor.
Certa vez acusaram o nosso Senhor de expulsar demônios por belzebu, e no mesmo episódio Cristo responde que Ele não poderia expulsar demônios por belzebu, pois, belzebu não pode expulsá-lo, porque reino dividido não subsisti, essa é mais uma prova da organização do inimigo das nossas almas, portanto, só com um bom preparo será possível sairmos vencedores.
Em efésios 6 diz que temos que lutar contra principados, potestades, etc. Preste a atenção que nosso inimigo está bem preparado e com seu exécito bem distribuído para a guerra.
E aí você está preparado?!?!?!?
Na próxima postagem mais batalha espiritual e mais armas espirituais...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

ARMAS ESPIRITUAIS

Ter armas, porém, não saber usá-las é quase a mesma coisa que não tê-las.
O tempo está se findando e volta do Senhor Jesus torna-se mais próxima a cada dia. Satanás sabe disso e está desesperado para tirar o máximo de pessoas possível da comunhão com Deus.
Portanto, a partir de amanhã, estarei postando vários textos relacionados a batalha espiritual e como vence-la.
E o primeiro texto será: CONHECENDO O INIMIGO, onde escreverei sobre o diabo, suas caracteríscas e como ele age. NÃO PERCAM!!!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

REFORMA PROTESTANTE, JÁ!!!!


Eis as minhas teses acerca da novo reforma protestante que é imprescidivel que ocorra antes que seja tarde demais:
1.Reformulação da ética - ser ético é acima de tudo ter moral, ou seja, quando nos portamos éticamente que dizer que estamos tendo um comportamento que leva sempre em consideração o bem do próximo. Hoje no meio evangélico há uma total falta de ética a começar pelos teleevangelistas que pedem oferta para a pregação do evangelho, mas, usam o tempo de tv pago pelo fiéis para defender idéias próprias, fazer politicagem e atacar os seus desafetos. Agora em programa evangélico, pago com ofertas, tem até parte de culinária.
Entre os teleevangelistas é uma perseguição descabida e sem prescedentes, é um atacando o outro descaradamente.
Precisamos de muita ética também em nossas igrejas, pois, irmãos não têm pensado duas vezes na hora de falarem mau de outros, e quando conseguem liberdade usam até os púlpitos para esse fim.

2.Fim do culto aos anjos - Criticamos com veemência a Igreja Católica Apostólica Romana pelo seu incentivo ao culto aos santos, porém, nós evangélicos, mesmo que disfaçadamente, implantamos o culto aos anjos com alguns corinhos conhecidos como de fogo. Em muitas denominações os anjos se tornaram mais importantes até do que Jesus de Nazaré, pois, quando é falado que o Senhor está presente o mais que fazem é um pequeno aménzinho, entretanto, quando anunciam a "chegada" do anjo pronto, é um alvoroço só, ainda mais quando dizem que é o Arcanjo Miguel. São atribuídas a anjos funções tais que pela Bíblia desconhecemos, por exemplo: anjo Gabriel portando espada para guerrear, o Gabriel é um anjo mensageiro, disso temos certeza pelas vezes que as Escrituras narram suas aparições, porque, todas as vezes que o mesmo apareceu foi para trazer uma boa nova e em nenhuma delas ele estava portando uma espada.
Também temos a banalização das aparições do arcanjo Miguel. Arc=chefe, então arcanjo significa chefe dos anjos, e a Bíblia usa uma expressão quando se trata de anjo que é miríades que é uma palavra relativa a milhões, portanto, o arcanjo Miguel é responsável pelo exército celestial que é composto por milhões de anjos, assim sendo creio que as aparições do arcanjo aqui na terra foram pontuais, exeções, não dando margem para fazermos doutrina de que é só chamar que ele vem, que em todos os cultos pentecostais ele estará presente, pelo amor de Deus minha gente!

3.Fim do endeusamento de homens - toda honra e toda a glória foi dada a Jesus depois dele ter vencido a morte na sua ressurreição. Porém, não é o que parece face a aparições de semi-deuses que são quase adorados pelos seus fiéis que fazem deles detentores de enormes fortunas.
Imaginem se Paulo vivesse em nossos dias qual não seria em torno dele as multidões de seguidores. Nós simples mortais só nascemos e continuamos a existir para a glória de Deus e não para sermos glorificados.

4.Extinção da departamentalização - a divisão da igreja em departamentos (infantil, de senhoras, de adolescentes, etc.) não tem trazido nenhum benefício para a igreja contemporânea e bem pelo contrário em muitos lugares tem é causado prejuízos. Quando é marcado um culto do departamento jovem é dificil encontrarmos uma denominação em que outros departamentos apoiam e vice-versa, e isso causa deconforto e inimizades; a igreja tem que ser tratada como uma coisa só, e com isso não estou dizendo que não deve haver líderes para jovens, senhoras, etc., mas uma congreção unida é aquela em que todos trabalhem juntos e em unissono e não um departamento querendo fazer uma festividade melhor que o outro.

5.Igrejas mais voltadas para trabalhos sociais - é impressíndivel que as igrejas evangélicas brasileiras acordem para a responsabilidade social (algumas fazem um bom trabalho). Se as igrejas vivem de doações de dinheiro que vem da sociedade nada mais natural que essa mesma sociedade tenha um retorno desse "investimento". Considero que o trabalho de uma igreja deva ser mais voltado para fora de suas paredes, pois, fomos chamados para sermos luz em meio às trevas e as trevas estão do lado de fora.
Não adianta nada sermos uma benção para nós mesmos se não somos uma benção para o mundo dque nos cerca.

6.Fim dos modismos - Sabiamente quando houve uma perseguição aos cristãos do primeiro século Gamaliel disse que se fosse de Deus os mesmos continuariam, mas, se não fosse sumiriam como tantos outros grupos que anteriormente haviam surgido. O mesmo deve ser aplicado aos modismos e práticas fora das Escrituras Sagradas.
Muito já veio e se foi, como: oração por dente de ouro, restituição de calvície, assopro do poder, passagem do paletó, etc. Tudo isso, e muito mais, se foi ou está indo e o que permaneceu foi a Palavra.
Vamos ter mais cuidado quando adimitirmos em nossas igrejas práticas duvidosas, vamos fazer como os crentes de beréia que examinavam tudo para testificar ou não, acabemos com o oba oba desnecessário e que não leva a nada.

7.Fim da inversão de valores - precisamos de uma mudança no modo de pensar de uma grande parte dos evangélicos que acham que a indole, caráter, de uma pessoa é medido pelos dons que possui ou de quanto é usado pelo Senhor. Muitas pessoas de mau caráter possuel dons e inúmeras de índole boa não aparece aos nossos olhos.
Passemos a verificar se as pessoas possuem o fruto do Espírito, pois isso sim é uma prova inerrante da boa procedência de alguém. Hoje os valores estão extremamente invertidos, porque, aquilo que era errado há um tempo atrás agora está passando por certo e a reciproca é verdadeira.

8.Visão evangelistica/missionária - são poucas as igrejas hoje no Brasil que possui uma visão missionária, poucas são as que investem pesado na evangelização tendo como consequência que promoverem campanhas, uma atrás da outra, para verem seus templos cheios. A palavra igreja vem de eklesia que significa mais ou menos "tirados para dentro", ou seja, tirados do mundo para dentro das nossas congregações, porém, como iremos buscar se não há quem envie. Precisamos acordar para falar que Jesus ainda cura e faz milagres, o mundo precisa saber disso.

9.Maior compromisso dos líderes com a Moral - muitos problemas de ordem moral tem surgido no meio dos líderes evangélicos, onde houvesse falar de pecados na áreas sexual, financeira, etc. e tudo se resolve como se nada tivesse acontecido.
Um líder antes de ser posto no cargo tem que ter a consiência de que mais do que qualquer outro crente ele será vigiado se tornando um testemunho ou um escândalo dependendo das suas atitudes. Antes da instituição dos diáconos, por exemplo, notamos o cuidado dos apóstolos em colocar no cargo homens de caráter irrepreensível e cheios do Espírito Santo, será que hoje a exigência tem que ser menor, tem sido posto nos mais altos cargos eclesiáticos de nossas denominações pessoas sem experência e que ainda não foram provados para serem aprovados.
Que os que consagram tomem mais cuidado porque estamos falando de almas que podem se perder, e se perder por toda a eternidade.

10.Maior reverência nos cultos - existem cultos que são extremamente impraticáveis em alguns lugares dada a irreverência dos participantes. Culto, como o nome já diz, é para cultuar e não é um ponto de encontro gospel.
Para os pregadores que têm que usar de raciocínio rápido é muito difícil de concentrar com tanto senta/levanta dos membros. Antigamente quando entravámos na igreja ficavámos sentados orando em espírito esperando a subida do pastor no púlpito para ficarmos de pé e só nos sentavámos quando o mesmo mandava.

11.Mais tempo para a exposição da Palavra - tudo em um culto é importante, o louvor principalmente, porque, ele é o que nos prepara espiritualmente para a hora da pregação, portanto não podemos negligenciá-lo. Mas, estamos exagerando um pouco no tempo que damos para os cantores se apresentarem. A parte mais importante do culto é a palavra, a final de contas a fé vem pelo ouvir e ouvir a Palavra de Deus.

12.Descentralização das decisões - as sinagogas judaicas dos tempos de bíblicos (talvez ainda hoje) tinham dois diretores: um espiritual e outro mais para área administrativa propriamente dita. Tenho para mim que as nossas denominações deveriam seguir um formato de direção bem próximo disso, pois, na maioria delas as tomadas de decisão partem somente da figura pastoral que como ser humano que é será sempre pacível de erro.

13.Maior supervisão dos gastos - os gastos do dinheiro arrecadado com os dízimos e as ofertas precisam ser melhor geridos. É inadimicível ver cantores ganharem 3, 4, 5 mil reais por apenas uma noite, que quando muito cantam uns três ou quantro louvores. Sem falar dos pregadores que têm levado das nossas igrejas quantias exorbitantes que em alguns casos giram em torno dos 6 mil reais; se pegarmos, no caso dos pregadores, por exemplo, e somarmos quantro finais de semana no mês tem gente por aí ganhando mais de 10 mil reais no mês e isso se fizer quatro pregações apenas.
É claro que a Bíblia diz que não devemos atar a boca do boi enquanto debulha, isso é uma alusão a que o obreiro é digno do seu salário, porém, o boi come daquilo que cai, não é mesmo, ou o boi diz: só debulho se poder comer um tanto estipulado, é claro que não!!! Não é só nessa área que o dinheiro é mal gasto não, tem algumas gastanças desnecessárias, sem propósito e sem compromisso com o reino de Deus.

14.Desenfreada busca das coisas materiais em detrimento das espirituais - A famosa teologia da prosperidade tem levado muita gente ao erro. Criaram uma geração de crentes sem compromisso com o abençoador e com compromisso apenas com a benção.
Pessoas têm ido as igrejas somente para barganhar com Deus, ofertar para receber em dobro, dizimar esperando restituição, etc. A busca dos bens materiais têm sobressaido a busca por uma espiritualidade sadia. Coisas materiais são importantes, porém, não são mais importantes do que receber as espirituais que nos levam pro céu.

15.Apoio aos domésticos da fé - tem faltado ajuda para os membros necessitados na maioria de nossas igrejas. Na igreja do primeiro século, relata a Bíblia, todos tinham tudo em comum ao ponto de venderem tudo quanto tinham, doarem, e o que era arrecadado era dividido entre os necessitados. Era o que eu denominaria como o sacialismo total.
É inadimicível ver um pastor que vive da obra ganhar salários astronômicos, ter carro de luxo, possuir cavalos de raça, ter filhos estudando na América, enquanto isso, irmãos andarem muitos quilômetros até chegar a sua denominação, passarem fome, etc.

REFORMA PROTESTANTE, JÁ! ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.

E VOCÊ CONCORDA OU DISCORDA, COMENTE. E SE TIVER MAIS ALGUMA COISA QUE ACHA QUE PRECISE DE MUDANÇA FAÇA A SUA COLOCAÇÃO.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A FARRA DOS DONS ESPIRITUAIS

Os dons espirituais de 1 Coríntios 12 são bençãos que o Espírito Santo ministra a sua igreja na terra. Os dons são verdadeiras manisfestações da parte do próprio Deus com exclusividade Sua. Portanto, nenhum homem por mais espiritual que seja pode por si mesmo manifestar qualquer dom que seja. Muitos dizem por aí com toda a força que há em seus pulmões: "eu profetizo em sua vida", mas na verdade o que a Bíblia nos garante é que tanto o querer quanto o efetuar pertencem ao Senhor, assim sendo, a profecia em questão não tem efeito algum, são só palavras.
Não quero me aprofundar nesse assunto no momento, mas devemos é tomar cuidado para não nos sentirmos semi-deuses que ficam "grávidos" da sua benção e jogarmos Jesus para escanteio. Do jeito que as coisas estão se encaminhando daqui a pouco vão acabar dizendo que não dependemos de Cristo para nada mais; se precisar de alguma coisa é só dizer, DETERMINE,DETERMINE, DETERMINE.
Pelo amor de Deus, coisas do tipo "eu profetizo", fique "grávido" da sua benção, "determine" que acontece, não tem base doutrinária nas Escrituras Sagradas, são coisas que nascem no coração do homem, sobre o qual a Palavra declara: "ENGANOSO É O CORAÇÃO DO HOMEM".
Como já disse as manifestações de dons espirituais pertencem ao Espírito e Ele manifesta aonde quer e através de quem quiser. Só que alguns sabixões no meio do povo evangélica querem fazer com que todos acreditem que ser usados pelo Todo-poderoso é um privilégio seu e de mais ninguém.
Os dons como manifestação é exemplificado como um homem com o dom de curar entrar em um hospital e orar por cem doentes, não é pelo fato de Deus ter-lhe outorgado o dom que todos os enfermos serão curados, absolutamente, serão curados milagrasamente todos os quais receberem a oração e no exato momento da mesma o Senhor nosso Deus manifestar através do "orador" o dom da cura, portanto, depende do Senhor e não de quem ora.
Muitos já ouviram em qualquer culto pentecostal o ministrante com o microfone na mão gritar: fale em línguas agora aí meu irmão! Línguas é um dom, e como tal também depende do querer de Deus, não é na hora que eu quero. Porém muitos respondem a ordem o dirigente do culto com uma "rajada de língua estranha", em muitos nesse momento há de verdade a manifestação do dom de línguas, mas muitos outros irmãos já decoraram as suas línguas e as repetem como um papagaio que decora as palavras que lhe são faladas.
Portanto, não vamos -como dizem os paulistas- ficar pagando um pau para certas "celebridades" que têm em nosso meio que tentam, e as vezes conseguem, monopolizar os dons espirituais como se só ele tivessem o privilégio de serem agraciados com tal benção. Qualquer um que se colocar a disposição tem o potencial para ser usado, é só buscar, se dedicar, pois até a mula foi usada.
E tem muita gente ficando rica com a propaganda que fazem dela ou que ela mesmo faz de si acerca do dons espirituais, mas, o que a Sagrada Escritura nos diz é que Jesus não fazia comercial de si mesmo, pois, quando ele curou o homem de estava na beira do tanque em Betesda o recomendou que a ninguém contasse, e não foi só essa vez que Jesus fez isso não, porque, o homem que recebeu o lodo no olho para ser curado da cegueira quando o indagaram que o tinha curado ele não sabia responder.
Hoje é diferente porque Jesus é exemplo pra muita gente, e gente de até outras religiões, mas, parece que para muitos cristãos não. Vivemos a farra dos dons, um querendo ser mais usado do que o outro, hoje em dia todo mundo tem algo da parte de Deus para revelar para todo mundo, o caratér de alguém é medido pelos seus dons e não pelo fruto do Espírito.
Qualquer um se intitula profeta, poucos são os que não se colocam na posição de homem de Deus.
Jesus deve e precisa continuar a ser o nosso exemplo de fé e prática senão do jeito que as coisas vão precisaremos de outra reforma protestante.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

UNÇÃO DA CAPA

*NO YOUTUBE COLOQUE: UNÇÃO DA CAPA E VEJA O VÍDEO UNÇÃO DA CAPA E SOPRO DO ESPÍRITO

No vídeo acima os imãos podem ver a "unção da capa". Na verdade é só a pessoa dormir que quando acordar no outro dia já vai ter motivos para se assustar com tanta prática duvidosa que surge no nosso amado meio evangélico. O que eu tenho é a curiosidade de saber de onde vem tanta imaginação dessa gente para inventar algo novo a cada dia porque na

Bíblia não encontramos base no textos, e se não está nas Escrituras então automaticamente não é o que Deus planejou para a sua igreja operar.

Será que não basta para os praticantes desse modismo retratado no vídeo viver somente o que está exarado na Palavra do Senhor, tem que ser diferente, pra quê?!!?! O evangelho é simples e vivificador, é chamado de boas novas, BOAS NOVAS, ou seja, ele (evangelho) nunca estará ultrapassado, velho, arcaico, bem pelo contrário, estará sempre atual, portanto, vamos vive-lo em sua totalidade, ele é como uma esposa amada e desejada - não precisa de adereços, brincos, batons, e outros truques de beleza para que o seu marido a ache mais atraente ou bonita, pois, ela é a sua esposa e isso basta. Repito, assim também é o evangelho do Senhor Jesus Cristo, puro, simples, e quem quiser segui-lo o faça conforme ele o é. Não se pode maquiar os ensinamentos do Senhor para que uma pessoa o aceite, o ser humano tem que aceitá-lo conforme foi anunciado pelos apóstolos.

No vídeo é claro, bem claro mesmo, que algumas pessoas caem no "poder" apenas por indução, ou seja, caem porque foram condicionadas a isso, não tem nada de voluntário ou expontâneo. É exatamente o oposto do que ocorreu com os sacerdotes no templo no A.T. ou com o Apóstolo João na Ilha de Patmos, que caíram unica e somente pelo poder de Deus que veio sobre os mesmos e eles não conseguiram ficar sobre seus pés. E nos casos de João e dos sacerdotes teve propósito nas suas quedas ao chão, e no caso da unção da capa ou de todos os "cair no poder" contemporâneo eu pergunto: aonde está o propósito??? Ou alguém vai ousar dizer que o Senhor faz coisas sem propósito definido.

E outra: aonde está o louvor a Deus nessa história toda??? A única pessoa no caso do vídeo que recebe glória é o ministrante que com o seu "paletó atômico" derruba os incautos ou coniventes ao chão.

Cada um que se põe a disposição do Reino de Deus para trabalhar recebe um ministério que lhe é peculiar, ou seja, ninguem precisa imitar o ministério do outro. Se é assim que o Benny Hinn trabalha não que dizer que eu possa ser usado dessa maneira também. É o mesmo caso do G12 que era uma visão LOCAL, do pastor Castellano, para crescimento da sua igreja e que acabou sendo copiado por muitos outros líderes no Brasil e deu no que deu. A cada líder é dado uma visão para o crescimento da obra, o problema é a pressa de ver a congregação crescer e muitos acabam trocando os pés pelas mãos.

Portanto para finalizar antes de fazermos qualquer coisa no Reino ou para o Reino temos que ter em mente um pergunta que nunca pode se calar: até que ponto Jesus será glorificado com o que estou realizando?

AMÉM...

domingo, 1 de novembro de 2009

COMENTÁRIO DE JUDAS.

2 Misericórdia, e paz, e amor vos sejam multiplicados. Contra os falsos mestres
Os falsos mestres existem, eles estão por aí o mais perto de nós do que podemos imaginar, mas, graças a Deus que nos dá armas eficazes para os reconhecermos e "lutarmos" contra eles. Pelos frutos os conheceremos, se não cairmos na armadilha do "não podemos julgar o irmão", conhecer alguém pelos frutos que ele apresenta não é julgar. O julgar que a Bíblia condena é o chamado julgar temerário, que é julgar pela aparência, sem conhecer a pessoa, isso sim é condenável. Porém chegar a conclusão que alguém é um falso profeta ou falso mestre pelas suas atitudes, ou seja, pelos seus frutos não é julgar, é sim vigiar, e para os pastores/líderes reconhecer um falso mestre precocimente é livrar as suas ovelhas da boca de verdadeiros lobos devoradores.

4 Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo.
Existem pessoas, realmente, que só são motivos de vergonha no meio evangélico, que não se salvam e pelos seus atos não deixam que outras venham a conhecer a salvação.

7 Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.
Um dos pecados que mais tem derrubado homens e mulheres é o que envolve a área sexual. Por falta de vigilância talvez ou por motivos muito mais profundos que só as pessoas neles envolvidos podem responder.

8 E, contudo, também estes, semelhantemente adormecidos, contaminam a sua carne, e rejeitam a dominação, e vituperam as dignidades.
Os falsos mestres são daqueles que não respeitam nenhuma autoridade sobre ele constituida, por isso, muitos deles não esquentam lugar em igreja nenhuma e sempre quando saem não o fazem debaixo de benção pastoral carregando amargura e deixando amargurados para trás. Não se pode dizer nada para eles senão dizem logo que estão se levantando contra seus ministérios.

11 Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.
O prêmio de Balaão é justamente o que eles querem a todo momento, só pensam no dinheiro, sugam os centavinhos dos irmãos que estão desesperados para serem "abençoados" e quando a fonte seca para eles só resta procurar outra casa de viúva para se encostar.

12 Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas;
Amor até que os falsos profetas têm, porém, é amor só por eles mesmos, o seu deus é o próprio ventre e ele só pensam neles mesmos.

13 Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.
São estrelas errantes que não erram sozinhos, pois, são maus intérpretes das Escrituras e passam os seus ensinas errados, com erros dolosos, para os incautos que também não são de tudo inocentes, pois, têm comichões nos ouvidos. Porque são incapazes de ouvirem uma boa palavra vinda do coração de Deus, mas uma palavra saída do coração de um falso profeta sempre estão prontos o ouvir.

15 Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.
O castigo do Senhor vem e não tardará. A vingança pertence ao Senhor.

19 Estes são os que causam divisões, sensuais, que não têm o Espírito.
Muitos pastores hoje estão arrependidos por verem suas igrejas divididas. Abriram as portas das suas denominações para esse tipo de gente e agora não sabem mais o que fazer para reparar as feridas quase incuráveis.

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

PÚLPITO, O MEU AMOR!


1 Timóteo 3:1
Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja.
Buscar melhores posições seja na igreja, na vida profissional, ou em qualquer área da vida é sadio, importante e a própria Bíblia aprova como podemos perceber no texto acima. O que é condenável é como alguns fazem para galgar cargos maiores principalmente numa comunidade evangélica.
Eu já vi de quase tudo - de pessoas inventarem calúnias contra quem ocupava o cargo que queriam, até compra de carteiras ministeriais falsas, lamentável.
Creio que devemos amar nossos ministérios, pois, é o próprio Deus que nos escolhe para obras específicas em seu Reino. Porém, passar por cima da ética, da moral, dos bons costumes para não perder alguma posição é passar dos limites.
Quantos por aí não têm a menos condição moral para estarem nos cargos eclesiáticos que estão. Com isso a Operação de Maravilhas, as curas, os milagres, etc. estão cada vez mais escassos e a única alternativa que resta é colocar a culpa no povo dizendo que está sem fé, mas o pecado é a principal causa da separação do Senhor.
Infelizmente estamos em uma época de homens que amam mais o púlpito do que suas próprias famílias, que na igreja são benção, entretanto, em suas casas são verdadeiros lobos sem controle. "Sacerdotes" que só os são no templo, mas fora dele...profetas que só profetizam pros outros...
São incapazes de confessar suas mazelas, pois, as confessando estarão perdendo as regalias que certas igrejas proporcionam.
Nas cartas que são enviadas pro pastor Caio Fabio no www.caiofabio.com podemos ver claramente quantos lares destruídos e vivendo só de aparência, porque mantendo a aparência ninguem discobre o que está por trás de "homens de Deus" que de Deus não tem nada!
Os campos já estão brancos para a ceifa, a hora é chegada em que o Senhor a de fazer a separação daqueles que servem e daqueles que não servem a Ele. É necessário que a Noiva do Senhor não seja manchada, por isso, esse é o momento de confessarmos os nossos pecados, Deus não ficará horrorisado com nossas confissões, pois Ele sabe de todos os nossos passos.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

TRANSFERÊNCIA DE PODER!

Transferência de poder, também conhecido como transferência de unção é mais um modismo inventado pela mente humana de algum neopentecostal contemporâneo, que como todo modismo só tende a glorificar homens que se acham poderosos em si mesmos e roubar o louvor que é devido a Deus.
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
transferir v. tr.
transferir -
Conjugar
v. tr.
1. Mudar, deslocar de um lugar para outro; transportar.
2. Adiar.
3. Transmitir; ceder.
4. Passar.

Os que defende a TRANSFERÊNCIA DE UNÇÃO apelam para o texto bíblico onde Elias antes de subir ao céu transferiu unção para o seu discipulo Elizeu.
Aqui reside um dos problemas mais frequentes das nossas igrejas na hora da interpretação e aplicação de textos da Bíblia. É que o Antigo Testamento não é compêndio doutrinário, ou seja, todas as doutrinas, vamos dizer assim, do A.T. só são aplicáveis doutrinariamente a Igreja nos dias de hoje se tais ensinamentes estiverem confirmados no Novo Testamento.
Por exemplo, em Êxodo capítulo 20 temos a implementação dos 10 mandamentos que têm a confirmação de nove no Novo Testamento, porém, a guarda do sábado não é corroborado, portanto, nós evangélicos não temos esse contume (da guarda) por isso.
É por essas e outras que é uma temeridade alguém sair por aí pegando a esmo textos isolados e fazendo "doutrinas" que só tem apoio APARENTE nas Escrituras.
Se nós fossemos nos doutrinar, eu digo doutrinar, pois o A. T. tem a sua importância; então, como ia dizendo, se nós fossemos nos doutrinar pelo Antigo Testamento teríamos que orar virado para Jerusálem, pois, era assim que Daniel orava, mas no Novo Testamento aprendemos que não importa a forma corporal ou para onde estamos virados no momento que estivermos em oração, o que realmente interessa é chegarmos a presença de Deus em espírito e em verdade.
Voltando ao caso de Elias e Elizeu. Para que essa passagem seja doutrinária para nós, igreja, tem que ter referências no N.T. E é isso que não vemos, pois, não houve mais nenhum episódio em que essa tal TRANSFERÊNCIA tenha ocorrido.
E se isso não bastasse, vemos no inicio do texto que transferir é igual a ceder, passar, ou seja, tudo o que é transferido para outrem é cedido ou passado na sua totalidade. Portanto, a grosso modo diríamos que alguém que transfere poder para alguém fica sem poder.
Na passagem bíblica em que Elias concede a Elizeu porção dobrada da sua unção vemos que logo depois Elias sobe ao céu num redemoinho (esses parenteses é para dizer que se algum acontecimento hoje é dito como sendo bíblico então ele tem que acontecer em conformidade com o que diz a Bíblia). Elias ao "transferir a unção" foi pro céu, enquanto que os semideuses que se dizem ter tanto poder a ponto de "jogar avanço" continuam aqui na terra.
O que esses "homens de Deus" querem na verdade é glória para seus ministérios e holofotes para suas vidas se comparando aos profetas do passado, entretanto, o ultimo profeta nos mosdes do A.T. foi João Batista.
Portanto, não tem base nas Escrituras Sagradas para esse tipo de coisa!!!!!!!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

TUDO PASSA, MENOS A PALAVRA DE DEUS.

Graças a Deus e pela sua misericórdia desde os meus seis anos estou no meio evangélico, é claro que não posso dizer que vi de tudo (tenho apenas 32 anos), porém posso dizer que já presenciei ou fiquei sabendo de bastante coisa. Entretanto, muitas passaram, algumas ainda estão por aí, e é evidente que pelo andar da carruagem inúmeras estão por vir.
Quando questionaram se o Evangelho era proveniente de Deus ou não, Gamaliel que tinha sido professor de Saulo que posteriormente se tornaria apóstolo, disse que se fosse do Senhor continuaria, mas, se não fosse passaria como tinha acontecido com muitos outros que antes tinham vindo se dizendo em nome de Deus.Não sei se estou certo, mas, tenho como convicção que para reconhecermos algo como sendo bíblico ou algo que não passa de um modismo é observarmos se isso vai permanecer ou vai ser efêmero.O problema é que quando surge um modismo passageiro e algum pastor adere-o, quase sempre por desespero por ver a sua igreja vazia, acontece um inevitável "racha", e quando tudo passa, pois a tendência é passar, a denominação encontra-se dividida, problemática, com consequências irreparáveis de ordem espiritual e emocional.Vemos que quando uma Denominação, através do seu líder, baseia o ensinamento passado para o povo na Palavra de Deus não acontece os inúmeros desvios doutrinários e até de caratér que ocorrem quando a doutrina (ensinamento) é baseada em "achismos" e suposições que só podem vir de um coração doente espiritualmente.Infelizmente parece que os pastores e líderes contemporâneos ainda não leram o que nos deixou o Apóstolo Paulo: "Eu plantei, Apolo regou, mas Deus deu o crescimento".Não precisam ficar preocupados, porque se a obra que estiverem na frente é de Deus a palavra nos garante que Ele dará o crescimento.Vou a partir de hoje escrever aqui no nosso blog sobre alguns modismos da atualidade, e começo pelo CULTO DA TROCA DE ANJO.Nesse modismo é ensinado que cada crente tem um Anjo da Guarda. A Bíblia diz que os anjos do Senhor nos guardam, nós que o tememos (Sl 37), mas não diz que cada crente tem um anjo específico assim como creem os Católicos Apostólicos Romanos. Esse crença de cristãos com anjos da guarda não passa de exoterismo no meio evangélico, assim como teve a Igreja Esotérica do Senhor Jesus Cristo - em amor e graça (fundada pelo pastor Renato Suhet - já está fechada, ele voltou para a IURD) .As pessoas são atraídas para o culto da troca de anjo porque são convencidas que as coisas estão dando errado para elas pelo fato do anjo que as guardam está fraco, portanto, precisando ser trocado. Isso não passa de uma grande heresia, e tenho certeza de que os que estão enganando os incautos serão a seu tempo cobrados pelo seu erro.Em nenhuma parte da Bíblia, que é a nossa regra de fé e prática, encontramos base para crermos nesse tipo de coisa, não sejam enganados meus queridos irmãos, pela Palavra de Deus chegamos a conclusão que essa nova moda não nasceu no coração do Todo-poderoso.

Na próxima postagem escreverei sobre TRANSFERÊNCIA DE PODER.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

A BANALIZAÇÃO DOS DONS MINISTERIAIS

Há muitos anos atrás quando eu ainda era criança vinha alguns missionários visitarem as igrejas aqui perto de casa e era um verdadeiro acontecimento tê-los próximos de nós porque essas pessoas eram consideradas enviadas diretamente do céu para nós.
Pois bem, o tempo passou e as coisas mudaram e muito. Hoje em dia qualquer um é consagrado a qualquer coisa em nosso meio evangélico, talvez daí tantos escândalos nos rodeiam. Eu mesmo já ouvi dizer até de pessoas que foram consagrados dentro de casas com óleo de cozinha.
Está virando até brincadeira.
Atos dos Apóstolos 6

3
Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.

Este texto acima relata as características que deveria ter um homem para ser um diácono. Isso era para diácono e se nós formos passear pelas Escrituras vamos perceber que para qualquer cargo eclesiástico havia uma preocupação extrema para com a pessoas que deveria ser escolhida.
Entretanto, hoje parece que a preocupação não é a mesma, vemos homens/mulheres totalmente inexperientes ocupando cargos. Estão medindo a capacidade pelo dons espirituais que possuem em detrimento do fruto do espirito.
Mas a obra de Deus é mais séria de muitos de nós tem pensado. Vemos isso na história em que Paulo chamou o sobrinho de Barnabé, Marcos, para trabalhar com eles na obra missionária, porém, o jovem não quis ir e quando na segunda viagem resolveu aceitar o convite Paulo já não aceitou mais que ele fosse ocasionando entre Paulo e Barnabé uma discussão que culminou na separação dos dois. Chegamos a conclusão que Deus é amor, mas sua obra tem que ser feita com responsabilidade ou os que a negligenciarem poderão sofrer agravos como os relatados na parábola dos talentos.
Na verdade quanto mais é dado mais será cobrado. Portanto se você não tem condições ou chamado para exercer algum cargo ministerial que lhe seja oferecido, o mais inteligente é dizer não.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

ELE MUDARAM O EVANGELHO

Nos ultimos tempos tem acontecido um enorme crescimento do número de evangélicos no Brasil, e se continuarmos crescendo dessa maneira acreditasse que os cristãos serão já em 2020 a metade da naão brasileira. E nessa leva de muitos aceitando o Evangelho tem vindo muitos artistas.
Teria tudo para ser ótimo pessoas conhecidas na mídia entrando para o meio evangélico, porém, parece que o tiro tem saído pela culatra. Pois eles não têm seguido aquilo que o Evangelho determina, mas têm feito um "novo evangelho" para eles.
Teve uma famosa cantora que depois de aceitar a Cristo abriu uma igreja cujo slogan é: NESSA IGREJA NÃO ENTRA BUNDA MOLE", vê se pode uma coisa dessas! E tem também aqueles que estão na igreja mas querem desfrutar das coisas e da fama do mundo.
Uns nem sabem direito quem é Jesus e já querem gravar seu cd para ganhar o seu dinheiro. Que os líderes tenham um despertamento espiritual para ensinarem essas pessoas o Caminho da verdade e não ficarem de olho grande no status que um ex-artista pode trazer para a sua denominação.
Muitos ainda tem a desfassatez de dizer que não são evangélicos não, mas apenas cantam músicas gospels, e ainda tem pastores que lhes convidam para estarem em suas congregações entregando as suas ovelhas a verdadeiros lobos devoradores.
Outros entram para a igreja e continuam cantando as músicas que cantavam antes. Evangelho é mudança de vida. Acho engraçado que quando um zé ninguém está em alguma denominação e faz alguma coisinha de errado já caem logo de pau em cima dele, porém, quando é alguém famoso e de dízimo alto o tratamento é completamente diferente, e isso é assim na maioria de nossas igrejas, infelizmente.
É claro que graças ao nosso Deus temos as excessões a essa famigerada regra como é o caso do cantor evangélico e ex-pagodeiro Vaguinho que desde que eu ouço falar que ele se converteu ainda não ouvi dizer de nenhum escândalo ao Evangelho envolvendo o seu nome, GRAÇAS AO SENHOR!
O que essas pessoas querem na verdade é fazer para eles um novo Evangelho, um novo Jesus. Não é uma acusação nem tampouco julgamento, mas será que o cantor Rafael Ilha que novamente tem estampado os noticiários recebeu dos seus líderes a devida orientação acerca do Reino de Deus?
A Igreja no Senhor no Brasil está em certo ponto se assemelhando a essa nação. Aqui no Brasil os políticos fazem o que querem e ninguém toma atitudes concretas para detê-los, assim também é em nossas igrejas, se as coisas continuarem no pé que estão e observarmos tudo de braços cruzados logo logo vamos precisar de outra reforma protestante.
O povo sincero que adora em espírito e em verdade não pode ter a sua voz calada ou não se calar por consentimente próprio. Se nós não clamarmos as pedras clamarão.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

TUDO TÁ INVERSO.

Definitivamente não sei quando Jesus vai voltar e não teria nem como saber, não é mesmo. Mas seja lá quando Ele vai voltar e o quanto humanamente falando isso demore, pois para o Senhor mil anos é como um dia e mil dias é como um ano. E quanto mais o tempo chronos passa mais os crentes que estão nas lideranças pensam que as boas novas do evangelho já não fazem mais efeito sobre aqueles que ainda não aceitaram o evangelho.
Porém eu digo que o evangelho nunca será ultrapassado e aquilo que era pregado a dois mil anos atrás se for recebido por alguém que acha que para ele não tem mais saída ainda será libertador.
Falo isso por que acho que as pessoas no meio evangélico estão se perdendo um pouco nas suas definições do que seja o verdadeiro evangelho que deve ser pregado e principalmente vivido. Têm coisas que não são prioridades mas são tratadas como se fossem e outras que eram para ter um foco mais apurado e são deixadas de lado.
As roupas, por exemplo, são dadas a elas uma ênfase desnecessária; se alguém está realmente convertido não é preciso que se diga a ele que não pode usar essa ou aquela vestimenta, pois, alguém realmente convertido a santidade vai aflorar de fora para dentro. Se alguém ama verdadeiramente o Senhor Jesus não lhe causará escândalo no modo de vestir, portanto, o que se tem que fazer é ensinar o quanto devemos amar a Deus porque quem o ama o agrada.
Na verdade, infelismente, o foco está no exterior, na aparência, e não no interior e em coração puro que é o que realmente importa.
Os dons espirituais, que definitivamente são importantes, são super valorizados em detrimento do fruto do espirito que é renegado a segundo plano, porém, tanto um quanto o outro tem a sua importância para uma equilibrada vida cristã.
Na verdade mesmo se alguém tem os dons espirituais, e principalmente o de profetizar, não importa nem o seu caráter que ele será bem vindo no meio dos santos, mas graças a Deus que ninguém permanece de engano na congregação dos justos.
Os valores estão sim invertidos e aquilo que era errado está passando como se fosse certo e fazer aquilo que é certo nem sempre tem o reconhecimento de deveria ter.
Quem conhece a história da igreja sabe que foi trazendo para dentro da igreja aquilo que era mundano e tornando sacro o profano que a igreja fundada por Cristo foi aos poucos se transformando no que hoje conhecemos como Igreja Católica Apostólica Romana. As bases foram dadas há muito tempo atrás e as bases são as expostas pelos apóstolos. Portanto não é necessário invencionice e nem colocar sobre o povo um julgo que nem quem os põe consegue carregar.
O evangelho é simple, transformardos e poderoso, pronto.
Para quê mais?!?!?!

sábado, 17 de outubro de 2009

O ALICERCE É TUDO!

Estou vivendo a expectativa da construção da minha casa e tenho aprendido muito sobre o alicerce, a sua importância e o que ele representa para o restante da construção. E isso me faz pensar que na vida cristã não é diferente, a base que ganhamos nos primeiros anos de nossa conversão vai ditar se seremos crentes sadios ou crentes problemáticos.
Infezlismente o que tenho percebido é que muitos não têm tido uma base significativamente boa. É que está imperando um neopentencostalismo bobo e sem proprósito e quem tem se inveredado por ele que se baseia apenas na busca de profecias e não em ouvir o voz do verdadeiro Deus, porque uma coisa é ouvir uma profecia e outra coisa é ouvir a voz de Deus. E no final das contas essas pessoas são só arrumadoras de confusão pelas igrejas, pois, a maioria delas têm a síndrome de Lúcifer, ou seja, não são obedientes a liderança, sempre querem mandar e não obedecer, não tem paradeiro em nenhuma igreja, ficando em cada uma que entram não mais que 3 meses. Essa é a pura verdade.
A verdadeira base que devemos ter é a que se espelha na palavra de Deus, a Biblia Sagrada. Só que as Escolas Dominicais estão vazias, na hora do louvorzão do culto todos dão a maior atenção, perém, na hora da pregação o bicho carpinteiro invade e a inquietação toma conta de quase todos, e os que não levantam são atrapalhados pelos que não sossegam no banco.
Lembremos que aquele que faz o seu alicerce sobre a areia tem a tendência de queda da sua casa, mas aquele que faz a sua casa sobre a rocha nunca será surpreendido pelo vendaval.
Estou pasmem com tanta invencionice daqueles que não têm responsabilidade com Deus, mas só tem responsabilidade com os seus ventres que são os seus verdadeiros deuses. Agora tem a famigerada troca de anjo, eles dizem que se a vida de alguem não está dando certo é por que o seu anjo da guarda está fraco, então tem que participar do culto da troca de anjo, assim realmente não dá!!!
Será que essa é a base para uma pessoa seguir a Cristo e conseguir aguentar as provações da vida?!?!?! Quando o dia mau chega, conforme nos relata Efésios 6, só uma base consolidada nos preceitos de Deus revelados pelas Escrituras são capazes de fazer alguém suportar.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Dando Frutos!

Nas últimas quatro segundas-feiras estive, e nas duas próximas estarei, na Igreja Batista Betel do bairro do Salgueira em São Gonçalo/rj ministrando aulas de Bibliologia, Teologia e Hamartiologia pelo Seminário Emanuel que é promovido pela Casa de Recuperação de pessoas em Dependência Química (CRERPE) que é localizada no bairro de Itambi-Itaboraí.

E seu Deus quiser no dia 24 vou estar na Assembléia de Deus - Amor e Vida em São Gonçalo próximo a 72 DP.

Enfim, o importante é dar frutos e frutos de vida eterna. Valeu a pena a saudosa D. Conceição que me pegava ainda com seis anos de idade e me colocava na kombi cedida pela Batista do Centenário em Colubandê e a senhora Percilia que me levava para a Universal do Reino de Deus ainda com treze anos de idade, igreja na qual aprendi o amor pela evangelização. Sem me esquecer do pastor Manoel da então igreja Jesus o Caminho da Paz, que foi o pastor que acreditou e viu que eu poderia fazer algo de proveitoso para Deus.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

JESUS OU BARRABÁS


Todos nós que conhecemos um pouco da história de Jesus Cristo sabemos que pouco antes de sua morte na cruz do calvário fizeram uma pergunta para o povo: Jesus ou Barrabás?
E todos nós sabemos qual foi a escolha do pessoal ali presente.
Pois bem, acho que hoje em dia não tem sido diferente. Muitos ainda, conscientemente ou não, ainda têm feito a escolha por Barrabás, só que Jesus continua com o mesmo nome, porém, o outro adquiriu vários outros nomes ao longo da história humana.
Estava lendo agora aqui na internet um pouco da história de Che Guevara e não vejo nele uma pessoa que é qualificada ao ponto de substituirmos o Cristo por ele. Quantas pessoas eu vejo com camisas, boinas e outros apetrechos que fazem menção a Guevara, mas que não suportam nem ouvir falar do Salvador.
Se formos comparar revolução por revolução sou mais a feita por Jesus Cristo. Isso sim é revolução bem feita, não pegou em uma arma se quer, e o único sangue derramado foi o seu mesmo.
Se formos comparar revolução por revolução prefiro a realizada pelo pastor batista Martin Luther King Jr., os E.U.A. na década de 60 era uma país extremamente repressor dos negros a ponte de se um negro, mesmo idoso, estivesse sentado em um ônibus e viesse um jovem branco pedir para sentar em seu lugar o idoso tinha que se levantar e continuar a viagem de pé. E ele mudou a mentalidade norte-americana só com suas palavras.
Não vamos trocar Jesus novamente por outros Barrabás da vida, seja lá qual for o nome dele hoje.

COMENTEM AS POSTAGENS.

Sejam Muiiiitooo bemvindos meus amigos(as). Desfrutem desse meu projeto para propagação do evangelho! CONTATOS : 21 27204502 ou 9 7230 2558.
VOTEM NA ENQUETE!!!!!!

O MURAL ESTÁ NO AR. DEIXE SEU RECADO.

VOCÊ TRABALHA NA SUA IGREJA?

Essa Cara é Bom Mesmo, Não Acha?!?!?!

Essa Cara é Bom Mesmo, Não Acha?!?!?!
Sem acusações, porém, ainda fico com a opinião que todo poder foi conquistado por Jesus na cruz e não pelo homem. Portanto glória só pra Jesus!!!!!

Todos Contra a Dengue!!!!!!!!!!!!!!!

Todos Contra a Dengue!!!!!!!!!!!!!!!
Pra combater a epidemia de Dengue só orando e fazendo campanha mesmo...hehehehehehe